Notcia

"Missão Angola": Experiências impactantes marcam 1º dia da viagem

Por renascer.org.br - 16/07/2019

'

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em p�?�?©, sapatos e atividades ao ar livre
 
Neste final de semana, o GO2, grupo de missões do ministério de jovens da Igreja Renascer em Cristo, embarcou em uma jornada transformadora rumo a Angola, onde a instituição tem desenvolvido uma série de projetos sociais. Um deles é a Escola Renascer, que atende 93 crianças carentes.
 
Para manter suas portas abertas e viabilizar a viagem, o GO2 lançou a campanha “Adote um Aluno”. Todo o valor arrecadado também foi revertido para a compra de uniformes e materiais escolares.
 
A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em p�?�?©
 
Os participantes da ação solidária poderão acompanhar, por meio das redes sociais (clique aqui), o momento em que as doações forem realizadas. Ali, também serão divulgados todos os detalhes da viagem missionária, que começou nesta segunda-feira (15).
 
No texto abaixo, um dos jovens enviados a Angola, Victor Palandi, relata as experiências vividas no primeiro dia desta jornada transformadora:
 
Chegamos a Luanda, capital da Angola, às 7 horas da manhã, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro – nomeado para homenagear a data em que os angolanos pegaram pela primeira vez em armas para lutar pela independência de seu país.
 
Ainda no aeroporto, tivemos nossa primeira batalha. Três das nossas malas de doação ficaram retidas e todas as outras passaram na alfândega, para esclarecimentos. Passado esse susto, ainda sem as malas, fomos muito bem recebidos por pastores da Igreja Renascer em Cristo de Angola, que se dividiram para nos levar para o lugar onde passaremos os próximos 15 dias.
 
No caminho para a casa, começamos a identificar o espaço e perceber o novo ambiente. Circulando pelos bairros mais nobres da cidade, foi fácil perceber que a desigualdade social assume forma quase corpórea de tão evidente.
 
Chegando ao apartamento onde ficaremos hospedados, ouvimos de um dos bispos que “é comum as casas não serem tão convidativas por fora, mas bem reformadas no interior”, à vista da fachada do prédio. E olha, Deus nos abençoou com uma casa realmente impecável, muito preparada para nos receber.
 
Fizemos na sacada nosso primeiro ato profético, em que fomos ungidos e enviados para essa missão. Logo, saímos em direção à praça das “Heroínas da Independência”, onde uma estátua foi construía em homenagem a quatro guerreiras que se destacaram na guerra pela liberdade do país.
 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em p�?�?©, c�?�?©u e atividades ao ar livre
 
Ali, enquanto falávamos sobre a importância de resistir e avançar nos ambientes, um grupo de jovens estudantes se aproximou. O Bispo Betão, nosso mentor, as chamou e perguntou quem sabia o que a estátua representava. Naquele momento, uma delas se manifestou e fomos surpreendidos por um testemunho tangente ao que havíamos acabado de ouvir. Foi um relato carregado de um misto de patriotismo, esperança e orgulho. E, quando parecia que o ato já tinha sido especial, presenciamos aquele grupo repetir uma oração de entrega, renúncia e reconhecimento do senhorio de Jesus Cristo, que faria até o mais incrédulo ser impactado.
 
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em p�?�?© e atividades ao ar livre
 
Ainda naquele ambiente, emocionados com o que acabáramos de presenciar, oramos em direção aos quatro cantos, profetizando que o tempo de resistência aos principados e avanço espiritual começava naquele momento.
 
A imagem pode conter: 1 pessoa, em p�?�?© e atividades ao ar livre
 
Posteriormente, partimos em direção à praça Primeiro de Maio, onde nos deparamos com uma estátua de Agostinho Neto, herói nacional na luta pela independência. Naquele momento, ficou evidente que a nação é envolta em lutas, guerras e esforços de um passado ainda tão recente. Nesse ambiente, fizemos sete voltas proféticas na praça, orando por motivos específicos a cada volta, a saber:
 
1- Unidade: Oramos para que espírito, corpo e alma sejam um e o primeiro reine sobre os outros;
 
2- Concordância: Ligamos na terra e nos céus os propósitos e motivações da missão;
 
3- Ressurreição: Profetizamos um novo tempo novo, como após os três dias da morte de Jesus;
 
4- Movimento: Como norte, sul, leste e oeste (quatro orientações) ou verão, primavera, outono e inverno (quatro estações), clamamos para que o impacto espiritual seja abrangente e duradouro;
 
5- Manifestação dos dons proféticos: Clamamos para que o senhor levante mestres, apóstolos, pastores, evangelistas e profetas;
 
6- Transformação do homem: Relembramos o milagre que Jesus realizou em Caná da Galileia, quando Ele transformou a água – que fora coloca em seis talhas – em vinho;
 
7- Perfeição (7 Espíritos de Deus, 7 Selos, 7 trombetas...): Profetizamos a vitória completa sobre aquela nação.
 
Nesse contexto, conversamos com mais algumas pessoas que passavam pela praça e conhecemos o Ribeiro. Ministramos sobre a vida dele, profetizando que ele seria como um manancial de águas vivas, aproveitando a etimologia do seu nome. De um nativo que nunca havia frequentado uma igreja, Ribeiro passou a caminhar conosco por algum (bastante) tempo, me fazendo imaginar como deveria ser com Jesus na terra sob a ótica do “pra onde irei eu se só tu tens palavra de vida eterna?”.
 
Aproveitamos o resto da tarde para resolver alguns temas processuais, como comprar chip de celular e recuperar as malas de doação retidas – aquelas três, do começo do dia – e fomos mais uma vez surpreendidos, desta vez com um banquete preparado pela simpática Lorena, filipina que está nos ajudando em casa e veio sozinha para passar um ano e juntar dinheiro para ajudar sua família.
 
À noite, fomos à igreja Renascer de Vila Nova e, entre um louvor entoado com sentimento conectado a Deus e um povo sedento pela palavra, fomos impactados com a palavra ministrada no Prosperity Coaching, pelo Bispo Betão.
 
Ele afirmou que chegou o momento de, espiritualmente, governarmos e ocuparmos espaços.
 
Recebemos, profeticamente, cinco chaves:
 
1- Capacidade;
2- Habilidade;
3- Autoridade;
4- Verdade;
5- Eternidade.
 
Claro que o culto não podia terminar sem a sequência “Venceu”, “Mil Graus”, “Nossa Festa”(do Renascer Praise) e a compreensão do que é viver a alegria de Jesus independente de tudo.
 
A missão continua...
 
Até o dia 28 de julho, os jovens do GO2 levarão a Palavra de Deus ao povo angolano e realizarão uma série de ações sociais, como a entrega de alimentos, roupas e brinquedos para famílias carentes.
 
“Nesta primeira ação missionária do O2 Renascer, enviamos oito jovens preparados, sob orientação e direção minha e do Bispo Betão, para evangelizarem em inúmeros bairros de Luanda, fortalecerem com ministrações e discipulados nossas três igrejas locais, nos bairros de Nova Vida, Cuca e Cassequel, e amparar nosso trabalho social, a escolinha Renascer, em que atendemos quase 100 crianças por ano, fornecendo a elas alfabetização chancelada pelo governo da primeira a quarta série”, explica o Bispo Daniel Tenuta.
 
“Nosso projeto é estabelecer uma estrutura para envio de missionários trimestralmente, não apenas para Angola, mas para Moçambique também! Também queremos organizar ações para aquisição de terreno e construção de uma nova Escola Renascer”, acrescentou ele.
 
 
Redação 

 

'

Deus tem um projeto pra você - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Deus tem um projeto pra você - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Como atingir os resultados corretos? - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Como atingir os resultados corretos? - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Seja livre! - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Seja livre! - Bispa Sonia Hernandes #igrejarenascer
Conexão com a promessa - Apóstolo Estevam Hernandes #igrejarenascer
Conexão com a promessa - Apóstolo Estevam Hernandes #igrejarenascer